quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Um novo regresso

Olá :)

Sim, faço um novo regresso ao blog.

Tenho sempre muitas saudades, mas o caminho, por vezes, implica ausências.

Nos próximos dias, falarei do que temos feito.
Hoje, quero deixar esta mensagem: Amo-te.


Acho que posso dizer que é uma mensagem com uma importância especial para as pessoas que passaram por situações como os nossos filhos.

E, com isto, partilho aqui convosco uma coisa de que dei conta recentemente:

Sempre que ia aconchegar a minha filha (agora com 13, adoptada aos 10), ela não me dava tempo de lhe dizer “amo-te muito” ou, no início, “gosto muito de ti”. Assim que eu me aproximava para lhe dar beijinho ela sacava rapidamente do “adoro-te!”
E eu sentia a frustração de não ser a primeira a dizê-lo.
E sentia que havia ali uma pressa. Quase como que um garantir de que ali seria proferida uma declaração de amor.
Recentemente, a minha filha começou a dar-me espaço e agora sou eu que digo primeiro.
Ela espera por mim. Ela não receia que reste silêncio. Ela confia em mim. Ela SABE que eu a amo.

Bom dia a todos :)

Que o dia vos seja limpo,
Cipreste

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu também te amo!

Joana Mendonca disse...

Tinha saudades de te ler. Eu digo todos os dias às minhas filhas, várias vezes ao dia. Elas às vezes queixam-se que eu estou sempre a dizer :) Mas nem por isso eu deixo de o fazer!

Anónimo disse...

Obrigada por voltar❤️
Inês A.

Cipreste disse...

Eu é que agradeço, por me lerem, por me deixarem feedback ❤️