quinta-feira, 17 de setembro de 2015

mandar os filhos à escola

É hoje! É hoje!
A Mangólia tem hoje apresentação na escola, muitas mudanças, afinal inicia o 5º ano:
# deixa de ter apenas um professor
# vai para uma escola enorme, que vai até ao 12º ano (medo!)
# inicia a aprendizagem musical (já vos disse que escolheu clarinete ou fagote, foi aprivada para ambos e teve vaga para fagote?)
# vamos para um mundo bastante maior do aquele aconhego da escola primária
# depois venho cá contar-vos como foi
# até já

~ ~ ~

É muito esquisito se eu disser que me identifico muito com a mãe preocupada?

«Círculo vicioso
A nova diretora de turma estreou-se dizendo "as aulas prolongarão-se" e fazendo afirmações de admirável complexidade, como "não sei se essa informação já está online, mas se estiver, lá estará, se ainda não estiver é porque então não está e há de estar". Faz jus aos seus antecessores, que diziam "hádem dar-me os vossos contactos", "e prontos, agora vou falar das avaliações", "este ano houveram algumas notas muito baixas". A professora de geografia gastou a primeira aula a ditar excertos do manual e a obrigar os alunos a papagueá-los, um a um. O professor de educação física estacionou mesmo em cima da passadeira, apesar de o parque estar livre e ser gratuito, porque era o único lugar onde havia sombrinha. No final do trimestre, chamarão os pais para lhes dizer que a canalha não sabe falar, tem uma cultura vergonhosa e perdeu a noção das regras e do respeito pelos outros.
Entretanto, tenho a caixa de e-mail atafulhada com press-releases de lançamentos editoriais que vão mudar o mundo: diários da maternidade, conselhos para a harmonia conjugal e dietas à base de sumos. No jornal, diz-se hoje que as estatísticas são o abecedário do futuro. O rosto de Sócrates promove a credibilidade do ensino superior. Os europeus estão a tentar compreender que o propósito da verdadeira generosidade é a salvação do outro e não a própria.
Não sei para que é que mando os meus filhos à escola.»

2 comentários:

Mãe Sabichona disse...

Também gosto muito dela :) Sempre acutilante.

Joana Mendonca disse...

Um bom ano!!! Nós estamos ansiosos pelo nosso começo...